Musica

Novo vídeo d'O Gajo,

Novo vídeo d'O Gajo,

Projeto musical de João Morais, Concerto de apresentação: Bar Irreal, 8 SET

"Miradouro da Batucada": novo vídeo d'O Gajo
Segundo single retirado do álbum de estreia
"Longe do Chão"
CONCERTO DE APRESENTAÇÃO DO SINGLE E VÍDEO:
HOJE | 8 SETEMBRO | BAR IRREAL
21H30
"Miradouro da Batucada", realizado por Bruno Costa.
"Miradouro da Batucada" é o segundo single do álbum "Longe do Chão" d'O Gajo, projeto musical de João Morais, e que ganha agora um videoclip oficial, realizado por Bruno Costa. Este segundo single será apresentado ao vivo hoje, 8 de setembro, no Bar Irreal em Lisboa pelas 21H30.
É mais um tema que paira sobre Lisboa, que viaja pelos sons tocados ao acaso no Miradouro de Santa Catarina. "Miradouro da Batucada" tem uma sonoridade muito característica da capital portuguesa e, por isso, o vídeo da autoria de Bruno Costa, leva-nos numa viagem da Lisboa aos olhos d'O Gajo: desde planos pormenor a grandes planos aéreos, este clipe mostra-nos o pulsar de uma cidade ao som de uma Campaniça.
Segundo João Morais, “são muitas as tardes que O Gajo passa no Miradouro onde o Adamastor contempla Lisboa. Pelo meio de tantos devotos e curiosos há sempre alguém que marca o ritmo no Batuque ou que arranha as cordas de uma Viola. O miradouro da batucada é a banda sonora de um espaço privilegiado para sentir a pulsação de Lisboa."
"Longe do Chão" é um trabalho de sombras vagas de final de tarde que povoam o universo do artista, e nos contam histórias da cidade oculta. É um voo sobre nós próprios embalados por uma Viola Campaniça que nos enche como a maré e nos inunda com sentimentos de naufrágio.
Sobre O Gajo:
O Gajo nasce em Lisboa na primavera de 2016 pelas mãos de João Morais com o intuito de ligar a sua música à terra que o viu nascer, Portugal. É assim que surge a relação com a Viola Campaniça, um instrumento de raiz tradicional que faz parte da história centenária e cultural portuguesa.
Também designada por Viola Alentejana, a Viola Campaniça era o instrumento musical usado para acompanhar os célebres cantares à desgarrada, ou ”cantes a despique”, nas festas e feiras do Alentejo.
João Morais é músico desde 1988 e depois de quase 30 anos a tocar guitarras vindas de fora, é num concerto em Beja que conhece a Viola Campaniça. A que traz para Lisboa ganha novas tonalidades afastando-se da linguagem mais tradicional mas mantendo intacta a sua Portugalidade.
As composições d’O Gajo podem soar a fado, mas não são fado, podem soar a música tradicional, mas não são música tradicional, são um híbrido disso tudo e muito mais.
O Gajo toca música do mundo.


Autor: inside
Data: 08/09/17


COMENTÁRIOS

Visite-nos no FacebookVisite-nos no Twitter

Entrevista

Nouvelle Vague

Nouvelle Vague


ler mais

Votação

Mediar entendimento
50%
Agir pela força
24%
aplicar mais sanções
12%
outra
14%